Now Playing Tracks

O amor de Deus por nós, é algo muito mais profundo e abrangente que podemos imaginar, é um amor que nos dá a liberdade e o poder de escolha, é um amor puro e sábio, o qual dá-nos a dependência de viver debaixo dele. O amor de Deus nunca se acaba, não se limita e nem se retrai, ao contrário, se multiplica. Podemos optar em viver ou em não viver esse amor, afinal somos livres.
Mas toda escolha possui uma consequência, vejamos, se optarmos a viver esse amor tão sublime e incondicional, acabaremos sendo dependentes dele, e ser dependente é como entrar em um avião sem piloto, é algo que exige muita confiança e fé, pois estaremos morrendo para o mundo terrestre, e ao mesmo tempo, vivendo os átrios celestiais. Agora, se optarmos a não viver esse amor, acabaremos sendo pessoas independentes, isso resulta em uma vida sem renúncia e sem compromisso, mas, quando escolhemos a não viver o amor ágape, ficamos a mercê da sociedade, é como estar em uma floresta cercada de animais selvagens, que basta um ataque feroz para cairmos e talvez nunca mais levantarmos, o fim sempre é o mesmo, a morte.
ser dependente do amor de Deus, por mais que exija toda entrega, compromisso e renúncia, é algo que nos dá e nos traz a certeza que estaremos seguros, e que aconteça o que acontecer, o barco jamais irá afundar. Viver esse amor, é ter a convicção de que nunca pereceremos, ou seja, viver o amor de Deus é desfrutar da verdadeira felicidade e da almejada vida eterna, é viver para sempre ao lado de Jesus.
Gean Carlos (via jovemde-deus)
To Tumblr, Love Pixel Union